Presidente da Chapecoense, Paulo Magro morre vítima da Covid-19

 Presidente da Chapecoense, Paulo Magro morre vítima da Covid-19

Foto Reprodução: Marcio Cunha/Chapecoense

Compartilhe
Pub - Inferior notícias

O presidente da Chapecoense, Paulo Ricardo Magro, de 59 anos, morreu ontem (30), vítima da Covid-19. Ele estava internado desde 18 de dezembro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital da Unimed, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, e não resistiu às complicações da doença.

Magro assumiu a presidência da Chapecoense em agosto de 2019. No último mês de agosto, o mandato da atual diretoria, válido até o fim da temporada, foi prorrogado por mais um ano.

Em nota, a Chapecoense lamentou o falecimento do presidente e pediu que os torcedores orem pela família de Magro. Um cortejo de veículos será realizado hoje (31), às 14h20, em homenagem ao presidente.

O corpo de Paulo Magro será enterrado no Cemitério Jardim do Éden, em Chapecó. Por causa dos protocolos sanitários contra a Covid-19, não haverá velório.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores