Número de óbitos por conta da covid-19 em Alagoinhas passa de 150 de acordo dados da Sesab

 Número de óbitos por conta da covid-19 em Alagoinhas passa de 150 de acordo dados da Sesab

Hospital Regional Dantas Bião. Foto: Reprodução

Compartilhe
Pub - Inferior notícias

O boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) traz o número de mais de 150 óbitos vitimas da Covid 19 em Alagoinhas.

Contabilizados até hoje as 9h58, o boletim traz o número de 157 óbitos por Covid-19 no município. Os óbitos foram publicados  no sistema da Sesab nos dias 05, 07,08 e 10 de Março de 2021.

Confira abaixo os dados da transparência;

Os dados do boletim epidemiológico do município traz o número de 123 óbitos pelo coronavirus, uma diferença de 34 óbitos se comparado ao dados do boletim da Sesab.

Os números divulgados pela prefeitura de Alagoinhas têm sido publicados com atraso se comparado aos dados boletim do estado.

Um ano de pandemia em Alagoinhas:

9.818 casos confirmados

45 internados

9.120 recuperados

123 mortes (dados município) X 157mortes (dados Sesab)

Número de leitos/ taxa de ocupação – Dados Hospital Regional Dantas Bião

No dados divulgados no painel de informações Covid da secretaria de Saúde do Estado da Bahia o município de Alagoinhas traz as taxas:

78% de ocupação geral

100% taxa de ocupação UTI adulto

100% taxa de ocupação UTI adulto e pediátrica

Confira os dados abaixo:

O site bi.saude.ba.gov.br/transparência que traz o relatório atualizado em toda a Bahia mostra o desafio atual completamente diferente do vivido em 2020.

Mesmo sem a confirmação oficial, creem que uma nova variante da Covid-19, mais transmissível e agressiva, circula no Brasil. O aumento de casos graves e internações liga o alerta.

O país registrou hoje média diária de 1.832 mortes por covid-19 em uma semana — já é o 16º dia consecutivo de recordes no índice. Nas últimas 24 horas, foram notificados 1.111 novos óbitos, somando 278.327 vítimas da doença no Brasil. As informações são do consórcio de veículos de imprensa, utilizando dados das secretarias estaduais de saúde.

Desde o início da pandemia, foram 11.483.031 diagnósticos do coronavírus, 43.781 deles registrados entre ontem e hoje. Isso não indica quando as mortes e casos de fato ocorreram, mas sim a data em que passaram a constar dos balanços oficiais.

Todas as regiões brasileiras apresentam tendência de aceleração na média de mortes: Norte (16%), Nordeste (43%), Centro-Oeste (119%), Sudeste (29%) e Sul (99%). Apenas um estado mantém o índice estável, enquanto dois têm tendência de queda e outros 24 — incluindo o Distrito Federal— apresentam alta.

Matéria Redação: Patrícia França

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores