Confira a atualização desta quarta-feira (22) para os casos de coronavírus em Alagoinhas

 Confira a atualização desta quarta-feira (22) para os casos de coronavírus em Alagoinhas

Os dados divulgados pela SESAU mostram ainda que Alagoinhas registra 327 casos ativos da doença.

Compartilhe
Pub - Inferior notícias

A Prefeitura divulgou, através da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU), mais um boletim diário com dados atualizados sobre a situação epidemiológica do novo coronavírus em Alagoinhas. Nesta quarta-feira (22), mais 59 pessoas evoluíram para alta, após infecção por COVID-19, e sobe, portanto, para 970 o número de recuperados – o que significa que aproximadamente 73% das pessoas que testaram positivo, no município, não transmitem mais o vírus.

De acordo com a SESAU, 36 homens e 59 mulheres tiveram, hoje, o diagnóstico confirmado para COVID-19; entre os pacientes identificados nesta quarta-feira, com a doença infecciosa viral respiratória, 2 estão internados na UPA e 1 no Hospital Alayde Costa. Os demais permanecem em isolamento domiciliar, monitorados pelas equipes de Vigilância.

Com a atualização, o município registra um total de 25 pacientes internados, entre os casos confirmados para coronavírus: 7 no Hospital das Clínicas de Alagoinhas (HCA), 3 no Hospital do Subúrbio, 1 no Hospital Português, 4 no Hospital de Campanha da Fonte Nova, 4 no Hospital Espanhol, 3 na UPA, 1 no Medtower, 1 no Alayde Costa e 1 no Hospital da Sagrada Família.

Os dados divulgados pela SESAU mostram ainda que Alagoinhas registra 327 casos ativos da doença, no somatório entre todos os pacientes positivados, subtraídos os óbitos e recuperações constatadas.

No que se refere aos casos descartados para coronavírus, a Vigilância informa que 2.164 munícipes testaram negativo para COVID-19 e 1.853 foram excluídos do monitoramento por critério de investigação clínico-epidemiológica. Outras 51 pessoas aguardam resultados do Laboratório Central de Saúde Pública, para onde são encaminhadas as amostras.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores