Combustíveis subiram mais de 40%; veja itens com maior alta

 Combustíveis subiram mais de 40%; veja itens com maior alta
Compartilhe
Pub - Inferior notícias

O bolso do consumidor não vê trégua: a inflação voltou a subir em outubro, e chegou a 10,67% em 12 meses, a maior taxa desde janeiro de 2016, quando foi de 10,71%, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os principais vilões da alta – sem nenhuma surpresa – foram os combustíveis, que subiram, todos eles, mais de 40%. No caso do etanol, a alta chegou a quase 70%.

Também pesaram nas contas os gastos dentro de casa: além da disparada dos preços dos alimentos, subiram forte também a energia elétrica, o gás de cozinha e o gás encanado.

G1

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores