Comandante fala com exclusividade na 95 FM sobre ação da polícia militar na Vila Marçal; Homem foi preso

 Comandante fala com exclusividade na 95 FM sobre ação da polícia militar na Vila Marçal; Homem foi preso

Tenente Coronel Reginaldo Moraes, relatou detalhes da ocorrência.

Compartilhe
Pub - Inferior notícias

Na manhã desta terça feira (28), por volta das 12h30, Polícias receberam uma denúncia sobre posse ilegal de armas.

Após denúncia, policiais do 4º Batalhão foram até a residência indicada localizada na Vila Marçal, em Alagoinhas, ao chegar no local, o suspeito de nome Valdomiro deflagrou tiros contra os policiais.

A Polícia Militar tentou uma negociação com o suspeito para se entregar. Valdomiro pediu a presença da imprensa no local, e de seus advogados para garantir sua integridade física.

Os radialistas Reinaldo Silva, Miranda de Lima e a equipe da Algo TV estiveram no local, conforme solicitado pelo acusado.

Ainda segundo o repórter Val Andrade, alguns moradores fizeram manifestação para que Valdomiro não fosse preso, segundo os moradores o mesmo era inocente.

Por volta das 17 horas,Valdomiro acabou se entregando as forças policiais.

Na manhã desta quarta em entrevista exclusiva ao programa Poder da Notícia, na Rádio 95 FM, o comandante do 4º Batalhão de Polícia de Alagoinhas e Região, o Tenente Coronel Reginaldo Moraes, relatou detalhes da ocorrência.

“Nós fomos informados através de ligação sobre a presença desse suspeito na localidade, de imediato a guarnição se deslocou para o local indicado e os policiais foram recebidos a tiros pelo suspeito”, disse Moraes.

O comandante Moraes citou que não é a primeira vez que Valdomiro faz alguém de refém, e que em 2017 ocorreu uma ação parecida com esta, relatou ainda que Valdomiro é investigativo pela justiça por diversos crimes.

Matéria no ano de 2017 :https://atarde.uol.com.br/bahia/noticias/1860116-mae-e-filho-refens-de-traficante-sao-liberados-apos-6h-de-negociacao

Perguntado sobre a informação de o próprio Valdomiro ter feito a família de reféns, o comandante relatou que o acusado utilizou a esposa e o filho como forma de escudo para não serem presos.

Logo após a participação do comandante da policia, a companheira de Valdomiro que foi sitada acompanhando a entrevista nesta manhã (29), na Rádio 95 FM, participou ao vivo e negou que o marido tenha feito a família de reféns.

Valdomiro agora segue preso a disposição da justiça.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores