Bahia fecha 2020 com queda de 14,8% no volume de serviços

 Bahia fecha 2020 com queda de 14,8% no volume de serviços

Foto: Reprodução Na comparação com dezembro de 2019, a retração foi de 2,5%

Compartilhe
Pub - Inferior notícias

A Bahia registrou uma queda de 14,8% no volume de serviços do ano de 2020 devido aos impactos da pandemia do novo coronavírus. Na comparação com dezembro de 2019, a retração foi de 2,5%. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (10), através da Pesquisa Mensal de Serviços, realizada pelo IBGE e sistematizada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan).

A retração de 0,9% no volume de serviços de dezembro de 2020, em confronto com novembro, interrompe uma sequência de quatro taxas positivas. É importante destacar que o mês de dezembro foi marcado pela suspensão das festas de final de ano na Bahia, devido à segunda onda da pandemia do Covid-19, contribuindo para um esfriamento das atividades.

Quando o comparativo é com o mesmo período do ano passado, cuja taxa ficou negativa em 2,5%, duas atividades apresentaram destaque positivo: Outros serviços (12,7%), e Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (4,2%). Em contrapartida, três das cinco atividades puxaram o volume de serviços para baixo, com destaque, por ordem de magnitude, às atividades de Serviços prestados às famílias (-14,7%), seguido por Serviços de informação e comunicação (-6,6%), e Serviços profissionais, administrativos e complementares (-4,9%).

A receita nominal de serviços retraiu 2,3%, em relação ao mesmo mês do ano de 2019. No acumulado do ano caiu 14,4% e apresentou queda de 1,2% na comparação com novembro de 2020.

Turismo

O índice das atividades turísticas na Bahia fechou o ano com queda de 38,3%, devido aos impactos da pandemia do Coronavírus. O mês de dezembro apresentou avanço de 7,6% na comparação com o mês imediatamente anterior, na série com ajuste sazonal. Já no confronto com o mesmo período do ano passado, a retração foi de 16,7%. Na mesma pesquisa, a receita nominal de serviços turísticos apontou avanço de 8,7% no confronto com novembro, com ajuste sazonal, queda de 19,9% no comparativo com dezembro de 2019 e retração de 37,2% no acumulado do ano.

Bahia.Ba

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores