Alagoinhas:Bebê de 3 meses está entre os contaminados pelo coronavírus

 Alagoinhas:Bebê de 3 meses está entre os contaminados pelo coronavírus

Imagem Ilustrativa.

Compartilhe
Pub - Inferior notícias

Entre os dados da Covid 19 apresentados pela secretaria de saúde de Alagoinhas nesta quarta feira 1 de Julho,está um bebê de 3 meses, que apresentou contaminação intradomiciliar, segundo informações.

A SESAU no boletim não trás maiores detalhes sobre o estado da criança. Até o momento Alagoinhas segue com 511 casos confirmados da Covid 19.

Nesta quarta-feira (1°), mais 29 pessoas evoluíram para alta, após infecção por COVID-19, no município; com a atualização, sobe para 374 o número de recuperações constatadas.
O quantitativo de recuperados é superior ao número de diagnósticos positivos para a doença, no mesmo dia.

Os dados divulgados pela Vigilância revelam que 11 homens e 14 mulheres testaram positivo para COVID-19, hoje, no município. Entre os pacientes identificados está um bebê de 3 meses, que apresentou contaminação intradomiciliar, segundo informações da SESAU, e também 1 paciente que deu entrada na UPA, mas permanece estável, neste momento. Todos os demais positivados cumprem a quarentena em isolamento domiciliar, monitorados pelas equipes de saúde, assim como as pessoas com as quais tiveram contato.

Os dados mostram ainda que mais de 73% das 511 pessoas diagnosticadas com coronavírus tiveram alta e não apresentam mais riscos de transmitir o Sars-CoV-2, e a cidade registra 124 casos ativos da doença.

Entre os pacientes identificados com COVID-19, 14 seguem internados: 6 no Hospital das Clínicas de Alagoinhas (HCA), 2 no Ernesto Simões, 1 no Hospital do Subúrbio, 1 no Hospital Português, 2 na UPA de Santa Terezinha, 1 no Hospital Regional Dantas Bião e 1 no Alaíde Costa.Outras 105 pessoas aguardam resultados do Laboratório Central de Saúde Pública, para onde são encaminhadas as amostras. No total, 695 munícipes testaram negativo para coronavírus, em Alagoinhas, e mais 1.137 foram excluídos do monitoramento por critério de investigação clínico-epidemiológica.

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores